MNU Bahia

NOTA DO MOVIMENTO NEGRO UNIFICADO DA BAHIA EM SOLIDARIEDADE A DEPUTADA OLÍVIA SANTANA

NOTAS DE REPÚDIO - INSTAGRAM (8)
A Deputada Estadual Olívia Santana (@oliviasantana_oficial ) recentemente passou por uma experiência traumática durante uma abordagem policial, conforme relatado em uma reportagem. A situação, que ocorreu no Vale das Pedrinhas, foi descrita como um momento de grande medo e tensão, onde a vida da deputada e de sua equipe parecia estar por um triz.
 
Este incidente destaca a necessidade urgente de revisão das práticas de abordagem policial, especialmente em comunidades onde tais ações podem ser percebidas como excessivamente agressivas e intimidadoras.
 
É mais um chamado para a adoção de medidas que garantam a segurança e o respeito pela dignidade de todos os cidadãos, e um lembrete de que as câmeras nos fardamentos das polícias não pode mais ser protelado sob justificativas de burocracia em processo licitatório.
 
Nossa campanha pelas câmeras nos fardamentos vem de longa data, mas desde julho do ano passado nas ruas, com a campanha Câmeras Já, pedimos a implementação imediata, bem como denunciando a violência policial muitas vezes aplicada e que, por conta da ausência de câmeras nos fardamentos, não é possível comprovar com imagens e os responsáveis serem punidos.
 
A solidariedade para com a Deputada Santana é uma expressão de apoio não apenas a ela, mas também a todos aqueles que foram vítimas de abordagens e procedimentos absurdos das forças de segurança da Bahia.

Sobre

Movimento Negro Unificado (MNU) é uma organização pioneira na luta do Povo Negro no Brasil. Fundada no dia 18 de junho de 1978, e lançada publicamente no dia 7 de julho, deste mesmo ano, em evento nas escadarias do Teatro Municipal de São Paulo em pleno regime militar. O ato representou um marco referencial histórico na luta contra a discriminação racial no país.

Redes Sociais