MNU Bahia

Nota Pública em apoio a ação contra a Caixa no caso de racismo

WhatsApp Image 2023-07-31 at 14.08.16 (1)

“Ação contra a Caixa no caso de racismo contra Crispim é uma luta de toda a comunidade negra do Brasil”, diz Ademário Costa, membro do MNU

Presente do ato simbólico realizado nesta segunda feira (31) em frente à sede da Justiça Federal em Salvador, o coordenador de relações institucionais do Movimento Negro Unificado (MNU) da Bahia, Ademário Costa, destacou a importância da ação civil pública, por danos coletivos à comunidade afro-brasileira, movida contra a Caixa Econômica Federal por mais de 30 advogados e advogadas afros da Educafro Brasil na Bahia.

A ação refere-se ao ato racista praticado contra o empresário Crispim Terral, que foi expulso da agência bancária do Relógio de São Pedro, no Dois de Julho, no centro de Salvador, em 2019.

“Esta é uma ação de toda a comunidade negra do Brasil. Não podemos aceitar mais o racismo institucionalizado. Precisamos combater e estancar o racismo no Brasil em espaços que deveriam garantir a nossa dignidade. O MNU se une à Crispim, e à Educafro nesta ação contra a Caixa Econômica.”, destacou Ademário.

O grupo formalizou a ação com um pedido de indenização de R$ 49,5 mi por racismo. O valor será destinado às bolsas de estudo para pessoas afros no Brasil e no exterior.

O ato contou com a presença do fundador e diretor-executivo da organização educacional, Frei David. “Nós escolhemos a Bahia para ser o primeiro estado do Brasil a fazer uma ação potente contra o racismo institucional. São 30 advogadas e advogados afro-brasileiros entrando com uma ação civil pública por danos coletivos à comunidade negra. Nós queremos direitos e reconhecimento”, declarou Frei David.

Crispim Terral também participou do ato e declarou a importância da ação coletiva contra o racismo “Fui vítima deste velho sistema racista, fascista, que escraviza e mata o povo negro no Brasil, quando estive na agência para resolver uma situação em que foi retirado da minha conta um valor indevido. Sai dali algemado, porém mais forte nesta luta contra o racismo que é de todos nós brasileiros”, afirmou.

Reaja a violência racial, nenhum passo atrás contra o racismo.

Sobre

Movimento Negro Unificado (MNU) é uma organização pioneira na luta do Povo Negro no Brasil. Fundada no dia 18 de junho de 1978, e lançada publicamente no dia 7 de julho, deste mesmo ano, em evento nas escadarias do Teatro Municipal de São Paulo em pleno regime militar. O ato representou um marco referencial histórico na luta contra a discriminação racial no país.

Redes Sociais