MNU Bahia

Nota de agradecimento ao Fórum de Entidades Negras da Bahia (Feneba)

WhatsApp Image 2023-11-20 at 21.11.40 (2)

O MNU Bahia agradece à Raimundo Bujão, e estende à toda diretoria e as entidades integrantes do FENEBA, o convite e a homenagem à Marta Almeida, nossa eterna Martinha, companheira que nos deixou a alguns meses.

Parabenizamos também ao Bloco Afro Ilê Aiye, pelos 50 Anos de combate ao racismo em nosso pais! A nossa luta é Nacional!

Contem conosco para o fortalecimento diário da luta contra o racismo e combate as desigualdades sociais em nosso estado.

Vida Longa ao Ilê! Vida Longa ao FENEBA! Até 2024!

 

Abaixo, a nota oficial do FENEBA:

 

Muito obrigado, Axé!

Em mais um ano de trabalho que tem seu auge no 20 de Novembro, o Fórum de Entidades Negras da Bahia (Feneba) vem agradecer a todas as pessoas, órgãos públicos e entidades municipais e estaduais pela parceria na 20ª Caminhada da Liberdade, que trouxe como tema “50 Anos de Blocos Afro no Brasil – A Luta Contra o Racismo Antes e Depois do Ilê Aiyê”.

Do Curuzu ao Pelourinho, juntamos crianças, jovens e idosos. Mulheres, homens, lgbts, negras e negros de toda Salvador. Lindo de se ver e se reconhecer. Ilê Aiyê, Muzenza, Malê, Debalê, Didá, Cortejo Afro, Os Negões, Ókánbí, Bloco da Capoeira, Bankoma e Filhos de Gandhy, muito obrigado pela música, pela alegria e por tantos anos de valorização da nossa autoestima. Contamos ainda com a presença de 17 embaixadores de países africanos, o que fez da edição 2023 um acontecimento.

Este ano, procuramos dar uma contribuição a uma luta que também é nossa: a microcefalia. Pedimos doações de alimentos não perecíveis às famílias vítimas da doença. Drama enfrentado por número significativo de mulheres negras sem o suporte do companheiro e o acesso a medicações como o cannabidiol, conforme abordou o médico psiquiatra Dr. Antônio Nery na saída do evento.

A 20ª Caminhada da Liberdade fez ainda um apelo ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que torne o Dia da Consciência Negra feriado nacional.

Até 2024! Axé!

 

Sobre

Movimento Negro Unificado (MNU) é uma organização pioneira na luta do Povo Negro no Brasil. Fundada no dia 18 de junho de 1978, e lançada publicamente no dia 7 de julho, deste mesmo ano, em evento nas escadarias do Teatro Municipal de São Paulo em pleno regime militar. O ato representou um marco referencial histórico na luta contra a discriminação racial no país.

Redes Sociais